Essa madrugada eu decidi que vou escrever pra você

by - October 16, 2014

Para alguém que esta esperando por mim há alguns dias - e ainda assim - não perdeu a vontade e nem a esperança de me encontrar por aí.

I.

Hoje um pouco mais cedo eu resolvi dizer que te escreveria uma carta mas sinceramente eu nem sei por onde eu devo começar. Então me desculpe se as vezes eu me perco no meio do caminho ou acabo dizendo coisas sem sentido mas tudo vai acontecendo sem que eu possa controlar.

Eu não lembro quanto tempo faz que a gente se fala ou quanto tempo faz que a gente deixou de se falar. Nem como foi. Nem como você voltou. Algumas coisas eu simplesmente prefiro deletar da minha memória. Mas quer saber? Eu sou grata, por tudo. Pela parte boa e pela parte ruim que acontece em minha vida. Afinal, tudo tem um bom motivo.

Sabe quando você sente saudade de algo que nunca viveu mas que de certa forma sente que precisa viver? Eu sinto essa saudade em relação a você. É como se todas as coisas que já aconteceram com a gente, me fizesse acreditar que estamos aqui pra terminar - ou continuar - o que começamos seja lá de qual forma for, o que importa é o produto final.

II.

As vezes acho que sou uma menina que busca por algo que não existe. Que no meio de tantos brinquedos sempre tem aquele velho que eu não largo de jeito nenhum. Eu gosto dos meus brinquedos velhos. Gosto dos presentes que ganho e guardo com todo amor e carinho. Eu simplesmente não aceito que invadam meu espaço, meus objetos e muito menos meus sentimentos.

Eu sou confusa. As vezes acho que gosto de algo, quando na verdade eu simplesmente me sinto desafiada a conseguir algo que não tenho. Eu tenho algo com desafios. Eu vou atrás. Eu consigo. Eu só preciso ter uma coisa chamada: vontade.

Já faz um tempo que eu percebi que tenho o pincel do amor faltando algumas cerdas. Que eu ainda não me adaptei a pintura. Que tudo ainda é muito abstrato. Mas dizem que nem sempre pintura é só dom. Tem que ter muita paciência, treino e mão leve. Eu acredito nisso. Acredito na arte, acredito no amor - por esse motivo - eu ainda não deixei de pintar, só me faltam telas em branco.

III.

Eu não tenho controle do meu hoje. Não sei como será meu amanhã. Mas eu ainda tenho uma vontade louca de viver algo realmente bom. Infelizmente eu não posso calcular quanto tempo isso vai durar, eu só posso fazer com que isso aconteça em algum momento de tal forma que eu não queira mais viver sem isso.

Ouvi dizer que estar apaixonado é quase como se tudo o que a gente tivesse vivendo fosse eterno. A gente nunca quer que acabe. E é assim que eu me sinto agora. Não quero que nada acabe. Quero que tudo seja lindo. Quero sentir como se as coisas pudessem durar o tempo que a gente quiser.

É esse brilho nos olhos que falta. Eu quero ele de volta, mesmo que isso não dure a vida inteira. Mesmo que isso dure 1 hora, 1 dia ou 1 ano. Eu só quero experimentar.


You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)