Para ela

by - May 13, 2014

@flickr

Mas não tem revolta não
Eu só quero que você se encontre
Saudade até que é bom
É melhor que caminhar vazio
A esperança é um dom
Que eu tenho em mim, eu tenho sim

Caetano


Penso nela. Penso na dor que lhe causei. Não sei se é uma dor daquelas que se dá na cabeça ou daquelas que acerta bem em cheio no coração. Eu não tenho idéia, pois só ela sabe. No e-mail em que lhe escrevi, usei uma frase clichê que provavelmente todos vocês conhecem: "O problema não é você, sou eu". Eu não sabia o que dizer. Eu não sabia se queria dizer. Mas eu precisava. Eu não podia responder a mais um e-mail com o meu silêncio e a deixar pensar o que ela quiser. Não me parecia justo. E por mais escrota que fosse a minha mensagem de resposta, eu tinha que fazer, e fiz.

Querida, 
Estou pronta para responder o seu email. 

Desculpa não é bem o que quero te pedir agora. Só quero pedir pra que você me entenda e veja que isso não é fácil pra mim. Hoje, isso não envolve mais nenhum outro nome que você já tenha ouvido até agora. Eu brinco sim, mas isso não passa de brincadeira. E sobre quem eu escrevo? Eu não sei. Sobre uma falta imensa que eu sinto de ter alguém do meu lado. Ao mesmo tempo que quero ter esse alguém eu quero mais é ficar sozinha. Querida, relacionamentos são complicados e eu não sei lidar. Eu só sei amar, ser volúvel, louca, só. Sabe uma frase clichê que cabe bem agora? "O problema não é você, sou eu." 

Eu gosto muito de você.
É isso.
Pâmella
 

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)