A vida ensina

by - March 24, 2014

Matthew Kieffer

As vezes eu olho o pouco do que restou e fico pensando em o porque eu tenho essa mania besta de guardar tudo. Palavras, sentimentos, momentos. O que eu faço com eles quando tudo vai embora? Quando o sentimento modifica? Quando o tempo não tem como voltar mais? O que eu faço com as palavras que você me disse sem pensar? O que eu faço com a fé que botei em ti? O que eu faço com os dias em que passei aflita pensando em nós dois? Eu esqueço. Eu relembro. Eu tento enterrar - mas não dá. Eu já tentei, mas infelizmente as pessoas vão embora e deixam um pouco delas em nós. 

O que eu posso fazer agora é vir aqui, e escrever pra ti sabendo que - talvez um dia - você vá ler. Mas sabe o que é melhor? É escrever pra mim. É me esclarecer as ideias que tenho. É desabafar comigo independente do que você vai achar ou pensar. O melhor sentimento é aquele que sentimos de forma livre e aberta - sem medo. Sinceramente eu já quis que você fosse se foder, eu já quis que sua vida fosse um inferno, mas quando descobri que isso não ia mudar em nada na minha, descobri que era melhor que você fosse feliz e eu pudesse ficar em paz, e esperar que a vida te mostrasse que as pessoas não estão aqui enquanto você precisa delas e depois você simplesmente "manda" elas irem embora na hora que quer e bem entende. Eu sei que alguém vai fazer isso com você algum dia, e se por acaso você vier me dizer que agora sabe como eu me sinto, eu vou dizer: Parabéns, pena que é tarde demais agora. 

A vida ensina demais, e você ainda não aprendeu.

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)