Desfiz minhas malas e refiz outra vez.

by - July 12, 2013

Foto: Pâmella Ferrari

Não sei pra onde fui, de onde vim, pra onde vou tão pouco se chego ou se vou embora. A única coisa que eu sei é que quase sempre estou de malas prontas pra partir. Quero ir embora do meu eu. Do eu que eu não gosto. Quero deixar de ser e de me sentir sozinha. Como pode alguém tão rodeado de gente se sentir tão só? Eu não preciso me sentir assim, porque esta tudo bem apesar de eu achar que tudo vai mal. É um vazio no meio do meu silêncio que me incomoda. Quando eu ouço um pouco de barulho meu coração dispara, será o fim para o silêncio? Era tudo o que eu mais queria nesse momento: barulho, muito barulho dentro de mim, pra acalmar minha alma, pra eu me sentir mais viva. Parece que 1 dia a mais é 1 dia a menos. Já sentiu como se o calendario fosse seu maior inimigo? Eu me sinto assim. O medo vem e não vai embora. Ele chega e fica. 

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)