Invention of Love

by - June 17, 2013


Esse pequeno vídeo mostra a história de amor de um casal. A forma como eu vi esse vídeo é: Por mais que ela a amasse, ela não poderia aceitar as coisas assim tão... falsas. Ela sentia falta de coisas vivas e reais. E por incrível que pareça, as vezes em alguns momentos da vida nós passamos por situações assim, onde tudo que era bom vira mecânico e chato. Claro que estou vendo e julgando o vídeo com pensamento de uma mulher, talvez para um homem seja totalmente diferente. A verdade é que no final das contas, não adiantou ele criar alguém como ela, nada seria mais igual. Vi esse vídeo hoje por pelo menos umas 5x seguidas e fiquei pensando em como as coisas podem SIM ter esse lado mecânico. Não sei se era essa a intenção, mas foi o que ficou claro pra mim. Lendo alguns comentários do vídeo, achei um bem interessante onde dizia: 

"I don't think his love was fake. She simply couldn't survive in his mechanical world that lacked all signs of being alive. If his love was indeed fake, why would he be so devastated by her death to the point of maintaining that rose and creating a model of her?"

Talvez o amor não fosse mesmo falso, mas também não era verdadeiro ao ponto de aguentar algo que para ela, não parecia ser vivo. As vezes a gente pode até amar algo, ou alguém... Mas algumas coisas precisam conspirar a favor. Sei que parece um pouco trágico, mas a vida é assim. A verdade é que eu acho que o fim desse video podia ter tido um final menos trágico. Quem sabe se ele talvez tivesse corrido um pouco mais atrás, se ele tivesse "plantado" uma nova flor ao invés de criar uma mecânica, talvez ela ficasse, talvez tudo melhorasse. Ahhhhh enfim, eu não posso mudar o final desse video, tão pouco o final da minha vida! hahaha Algumas coisas são como são, e nem sempre a gente pode escolher como tudo vai acabar. 

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)