Você tem medo da solidão?

by - October 23, 2012

Sim. Sou do tipo de pessoa que deixa a TV ligada em qualquer canal mesmo que eu esteja no computador ouvindo música só pra que eu não me sinta sozinha no ambiente em que estou, principalmente de madrugada. Sou do tipo de pessoa que olha aquelas senhoras viajando sozinhas no avião e pensa: "meu Deus, como é triste não ter alguém pra viajar". Sempre odiei fazer coisas sozinha. Nunca gostei de pensar sozinha. Sou do tipo de pessoa que adora quando esta todo mundo reunido, quando a casa ta cheia (mesmo quando não é a minha) e sinto falta de estar perto de pessoas queridas, lembrando do passado, das histórias bizarras, ver fotos velhas de momentos bons. 

Sou do tipo da pessoa que já se acomodou e tentou se enganar fingindo que tudo ia ficar bem só pra não pensar em ficar sozinha, o quão mal aquilo seria pra mim. Com quem eu ia sair aos finais de semana? Com quem ia planejar passeios? Cinema? Com quem eu ia dividir aquela novidade da internet? Com quem?! Sim, é feio dizer isso mas é real: já sustentei algo por um tempo que talvez já tivesse tido seu ponto final há muito tempo por medo.

Sou do tipo de pessoa que adora programar coisas para fazer. Pra mim tudo tem que ser planejado, com lugar, hora e data certa, geralmente se algo sai dos meus planos eu já fico chateada e não quero fazer mais nada, pra mim acabou ali. EU SEI, isso realmente é errado... Mas confesso que acho uma sacanagem eu levar tanto tempo planejando algo e vir alguém e querer ajeitar tudo em 10 minutos de conversa. Nada assim funciona comigo. Tudo na linha, ou nada feito. 8 ou 80.

Sinto que existem muitas pessoas ao meu lado. Alguns amigos, pessoas queridas, parentes de coração, sério, acho que existe bastante gente que pode realmente gostar de mim, mas do fundo do meu coração: acho que quando eu realmente preciso, nenhuma delas me serve. Sento, escrevo e me alivio. Mas ninguém me ajuda nos problemas que julgo importante, e isso é muito chato.

Lugares grandes e vazios me assutam. Ainda bem que moro numa casa pequena hoje. Acho que me acostumei e acho muito melhor. Me lembro da casa onde eu morava, gigante... Eu tinha medo. Sempre desligava uma luz e saia correndo pro outro comodo por medo de sei lá o que. Bizarro? Isso porque não era você que tinha que dormir sozinho num quarto grande.

Sair sozinha? Não, nunca. Pra ser sincera eu não sei como consigo viajar tanto sozinha, é porque quero muito mesmo, porque em meu estado normal eu JAMAIS faria uma coisa dessas. Odeio fazer coisas sozinha, e perco a vontade na hora, seja o que for. Sou meio desanimada pra fazer coisas por conta própria, prefiro ter alguém do lado sempre pra ir conversando, trocando idéias, essas coisas que certamente eu jamais conseguirei fazer sozinha.

Ninguém me conhece. Eu sempre tento mostrar como me sinto, como penso, mas parece que NUNCA é o suficiente. Talvez eu não seja tão clara quanto gostaria, ou talvez as pessoas realmente não tem a minima vontade de me entender. vai saber. Eu já desisti de tentar me explicar, afinal nem eu me entendo, porque alguém faria isso por mim não é mesmo?

Odeio puxar papo com pessoas que não conheço. Na internet tudo é diferente, sou completamente diferente. Puxo assunto, converso, mas pessoalmente não consigo ser assim. Fico na minha e geralmente com uma cara não muito agradável. Não sei porque, mas prefiro ficar na minha.

Odeio pensar na solidão. Me sinto só quase sempre. Tenho medo de estar sozinha, medo de me olhar sozinha no futuro. Não sei explicar, mas sempre que estou sozinha penso em estar com alguém e é o que me salva. O que mais me intriga é quando estou no meio de muitas pessoas mas eu não queria estar ali, pelo menos não naquela hora. Queria estar em outro lugar, com outras pessoas. Isso é realmente muito ruim, é angustiante, mas quem se importa além de mim? Exato, ninguém.

Eu aprendi a agradar as pessoas pra não me sentir só. Sinto que as vezes deixo de ser eu para agradar o outro só para que ele não me odeie. Eu sei, isso é terrível. A realidade é que o meu maior medo é de eu encontrar comigo mesma e odiar a pessoa que sou. Esse medo de rejeição me transforma de uma maneira na qual eu me perco e não me reconheço mais. 

Acho que preciso fazer terapia.

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)