Sobre casacos velhos

by - March 15, 2012

Eu não me lembro de ter dito a você o quanto você fica bem com seu casaco de lã. Talvez eu estivesse meio perdida por não saber em qual parte de você olhar, detalhar. Eu sempre tentei olhar e prestar atenção em você, seus gestos e principalmente como você tem aquela mania de morder os lábios sempre quando pensa pra falar algo. Não sei se você percebeu, mas prefiro evitar aquele momento em que nós apenas nos olhamos fixamente e conversamos com os olhos. Na verdade eu sempre tive muito medo de saber além do que eu realmente precisaria saber, talvez porque não me envolvesse, talvez por que não tivesse nada a ver com o que eu sou, ou talvez com o que eu quisesse que nós dois fossemos. Eu consigo pensar em qualquer coisa, menos em o que você supostamente pensa sobre mim naquele momento, vejo qualquer outro em seus olhos, menos eu, e paro e penso: será que isso faz algum sentido? Whatever.


Nunca achei que iria sentir falta de cheiros, gostos, gestos. Talvez pela simplicidade de tudo isso, eu achei que "só isso" não me faria falta, porque eu poderia ter a qualquer momento, mas eu não tenho. Fico tentando imaginar como posso me adaptar sem todas essas coisas das quais eu sinto tanta falta. Não quero fazer substituições, não quero outro cheiro, outro gosto ou qualquer outro gesto de alguém, quero você, quero tudo e qualquer coisa que venha de você, seja lá o que for, sinto falta de tudo aquilo que não tenho aqui agora e principalmente daquilo que eu posso vir a ter daqui há algum tempo. Não sei se você consegue entender, mas sinto tanta falta de todos esses detalhes quanto você, eu apenas tento disfarçar com qualquer outra coisa, ou até mesmo me distrair pra não pirar ou não desistir e achar que pode levar tempo demais. È como caminhar sem saber pra onde ir, o caminho pode ser longo, pode ser bom e ruim, mas eu continuo caminhando, e sei que vamos nos encontrar em algumas de minhas paradas por esse caminho, e talvez seja breve demais pra eu parar de caminhar e me fixar em algumas dessas paradas, mas se você quiser, você pode me acompanhar, pegue sua mochila, e deixe as coisas velhas pra trás, não sei se você entende, mas trazer muitas lembranças na mochila pode pesar, pode te cansar, e então você vai desistir de caminhar comigo no meio do caminho.

Esvazie sua mochila, traga só o necessário pra nós dois.
Eu não tenho muito tempo, preciso continuar caminhando...
Você tem pouco tempo.

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)