Passado, Presente & Futuro.

by - March 14, 2012

Meus olhos nunca foram daqueles espertos, sempre que fui ao oftalmologista ele sempre dizia a mesma coisa: "mas nossa você consegue ver mais que gavião". Minha mãe sorria de felicidade por passar por mais um teste sem ser reprovada. Todos os dias estamos sujeitos a fazer testes que muitas vezes nos fazem reprovar. Não por falta de conhecimento, mas por falta de preparo. Eu nunca fui boa em testes, reprovei em quase todos. Alguns por falta de preparo, outros por pura falta de conhecimento, e alguns por preguiça, mas a vida passa e depois de tantos testes acumulados eu finalmente resolvi pega-los e dar "aquela" estudada. Enquanto folheava na mente os primeiros testes pelos quais eu passei, comecei a percebei que muitas questões eu simplesmente resolvi pular porque achei que eram "fáceis" demais pra mim. Há momentos na vida em que achamos que nada nem ninguém pode ser ou fazer nada melhor que nós mesmos. Acontece que só depois de muito reprovar em testes é que pude perceber que eu não teria passado em alguns deles sem a ajuda das pessoas a minha volta. Todo e qualquer detalhe nunca pode ser deixado pra trás. O tempo passou, a vida continua correndo na minha frente, e mesmo quando chegam novos testes eu paro tudo e tento me lembrar de tantos outros que já passei e as vezes consigo fazer tranquilamente. Sinto medo, como qualquer criança depois de levar um tombo do sofá e descobrir que é perigoso, mas mesmo assim não deixo de tentar. E nessa eu vou indo, folheio cada parte de tudo aquilo que já conheci e tento ajudar quem me ajuda. Minha mãe sempre falou de "trocas de experiencias" eu não levava isso muito á sério, e sempre achei isso uma babaquice, mas pra ser sincera hoje eu consigo achar isso útil e tento trazer sempre pra minha vida.

"Tudo é válido, a batalha continua"

Já perdi as contas de quantas vezes quis dar uma "pausa" e voltar o filme, fita, quebrar o dvd ou simplesmente deletar tudo do pendrive e começar do 0, mas depois paro e penso: não quero passar por todo esse aprendizado de novo e me tornar uma pessoa insuportável por saber viver da maneira certa. Eu sempre parei pra pensar sobre isso, será que existe uma maneira certa de viver? O rico vive com o melhor que pode ter e sempre fica mais rico se inteligente ele for, o pobre fica cada vez mais pobre e tem cada vez mais filhos pra compartilhar toda aquela pobreza e assim vai, nunca tem fim para todo esse assunto. Mas a pergunta é: qual é a maneira certa de se viver? Qual a finalidade da vida se no final das contas não levamos pra lugar nenhum tudo aquilo que aprendemos e vivemos? Só se realmente existir outra vida pra continuar... Não gosto de parar pra pensar assim tão a fundo sobre isso, porque na verdade muitas coisas NUNCA vão fazer sentido algum. È como dizer que o importante é o que importa. Gosto de conversar sobre esses assuntos e usar exemplos bizarros pra tornar o assunto divertido, mas ultimamente tem sido muito difícil achar alguém que consiga levar esse assunto até o fim sem se irritar comigo ou com a própria vida.

Whatever,
outro dia a gente conversa.

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)