Vim te encontrar, te dizer que eu sinto muito.

by - June 08, 2011

Hoje, por um acaso resolvi me lembrar de Santana. Eu não posso negar: aprendi muito por lá. Conheci gente de todo tipo, pessoas boas, ruins, lindas, feios, simpáticos, antipáticos, humoristas e gente totalmente sem humor. Me lembro exatamente do que fiz na última vez que apareci por lá: fiz questão de comer pela última vez aquele Hot Dog de R$2,50 que só o Ronaldo sabe fazer. Ali, na salete sentada passou todo aquele filme. E eu me perguntava o tempo todo: O que é que eu faço aqui enquanto todo mundo trabalha? Porque escolhi estar aqui, sozinha? Continuei a comer. O Ronaldo, o moço do carro de cachorro quente, nunca fez nenhum brincadeira comigo, nesse dia, no meu último dia de Santana, ele disse: mocinha, o seu é sem salsicha né? E sorriu. Meu coração apertou, sem eu nem saber porque. È como se o vento que passasse por ali, quisesse me dizer: não se vá. Eu fui. 

Hoje, depois de alguns dias só, em Paz, em casa, eu posso dizer: Daria tudo pra ter Santana de novo! Eu corria, ficava braba, era puro stress, mas no fim eu gostava de todo aquele sangue no olho. Não digo em voltar, pro mesmo lugar, mas eu não queria ter perdido todo mundo que eu deixei por lá. E mais uma vez, me sinto mal por deixar as pessoas escaparem pelos meus dedos sem controle algum. 

Eu sai da Cyancolor e deixei a Tamy na mão. Eu queria que ela fosse comigo, queria que ela andasse sempre do meu lado, ganhasse o que eu fosse ganhar, só pra eu poder ter a companhia dela do meu lado. Em outubro, a Tamy vai ter o Nicolas, e até agora eu não pude acompanhar todo esse momento que deve estar sendo lindo pra ela. As vezes me dá vontade de gritar: - EI, ESTOU COM SAUDADES, NÃO ME TROQUE, PORQUE EU MORRO DE CIÚMES, POR FAVOR... NÃO SE ESQUEÇA DE MIM. Mas quando eu vi, já foi, e já se passou 1 ano, 2, 3... È triste. Há tantas coisas que me incomodam, mas o que mais me deixa  triste é a falta que todos me fazem.

Você já sentiu falta de alguém?
Então você sabe,
sabe como é.

You May Also Like

1 comments

  1. PAM PAMMMM (acho que fui eu que te apelidei assim, lembra?) vc nnunca me deixou na mão, não pense assim, vc sempre esteve presente, mesmo que não da forma que nós duas queríamos, mas vc jamais esqueceu de mim, eu sei disso, da mesma forma que eu jamais esqueci e jamais esquecerei de vc.

    As coisas nem sempre são como queremos, eu mesma gostaria mto que vc ainda estivesse tomando os toddynhos sagrados de toda a manhã, comigo, mas no nosso coração tem espaço uma pra outra.

    o Nicolas sente saudade da tia Pam tbm, mesmo ele ainda não te conhecendo, mas ele sente o que eu sinto, e ele já conhece todas as titias que estão longe e que adoro demais!!!

    Também sinto muito sua falta, não demonstro mto isso, acho que para ninguém, mas no fundo estou louca pra agarrar todas vcs (minhas amigas) e colocar na mochila uhauhauha, e carregar pra todo canto.

    Saiba que sempre estarei aqui, não importa se passar 1, 2 ou 10 anos.

    E vc é única, nunca vou troca-la por ninguém rsrsrs, vc tem seu cantinho especial na minha vida viu.

    Espero que em breve o Nicolas venha receber carinhos da tia Pam Pam.

    Milll beijos, sua linda, ciumentinha <3

    ReplyDelete

Obrigada pela visita :)