Meus dias passam, enquanto vivo uma mentira.

by - May 28, 2011


"Eu até tenho vontade de escrever certas coisas as vezes, mas não tenho coragem". 

Foi o que a Aline me disse hoje a tarde enquanto a gente conversava sobre a vida... melhor, sobre a minha vida. Ele me olha do mesmo jeito todos os dias, me diz como é que eu posso não sentir nada dentro de mim? Os mesmos olhos, o mesmo cheiro, o mesmo cabelo... e o mesmo carinho. Há dias eu venho querendo desacreditar do amor que todos tanto falam. Ele é cruel, machuca, mas se bem vivido é a coisa mais linda e forte do mundo. Eu deixei ele de lado, e acabei perdendo. Eu procuro por ele dentro de mim todos os dias, eu sei que ele esta aqui em algum lugar, mas a verdade é que eu não sei se quero continuar assim, sentindo que falta algo aqui. 

O AMOR È O BASTANTE?
se é mesmo, o porque me sinto assim? todos os dias eu e minha cabeça conversamos, e quase nunca entramos num acordo com meu coração. Ele diz: você sabe do que precisa, e ja tem o que precisa, apenas siga em frente. Enquanto a cabeça diz: Pare já com isso, você sabe que não esta certa, que é a pessoa mais errada do mundo, e quem é você? Acabe com isso hoje mesmo. Cabeça e coração discutem todos os dias, e eu fico ali no meio daquela discussão meio que tampando os ouvidos... Tudo o que eu queria era estar sozinha.

Os amigos dizem: "você sabe o que fazer, só depende de você". Se eu quisesse conversar pra ouvir algo que eu já sei, era só eu gravar minha voz dizendo e apertar o play; Mas nem celular eu tenho mais pra fazer uma gravação. E aos poucos eu me sinto perdendo tudo... E cada vez mais eu sinto aquela velha necessidade de ficar sozinha. Pra ser sincera, não quero estar sozinha sempre, quero estar sem ele as vezes. Dòi, é frio.. machuca, mas eu não posso mentir. Eu queria complicar menos as coisas, mas a verdade é que essa velha mania de pensar nos outros nunca vai acabar...

E então, eu perco minhas noites escrevendo e ouvindo as musicas que contam as histórias da minha vida por ai. Não me importo com quase nada. Miojo de frango já me satisfaz. Estou sobrevivendo assim... È ruim, e eu sei disso, mas é raro quando sinto vontade de mudar as coisas, e finalmente quando crio aquela coragem, então eu desisto mais uma vez.

Olhar nos olhos, sentir um abraço quente me faz mudar tudo aquilo que eu já tinha decidido.
E então, lá vamos nós de novo para estaca 0.

You May Also Like

0 comments

Obrigada pela visita :)